É possível profissional autônomo conseguir financiamento?

Com certeza já foi muito mais simples e fácil conseguir um financiamento habitacional no Brasil. Hoje as exigências aumentaram para todos, não sendo diferente no caso dos autônomos.

Este artigo visa trazer algumas dicas e orientações que podem ser muito úteis, mas se observadas com alguma antecedência ao momento em que de fato for apresentar o pedido de crédito ao banco.

Será preciso orientação e planejamento

Antes é preciso também esclarecermos algumas questões que costumam impedir que os autônomos possam pedir o crédito por conta do desconhecimento.

Você é proprietário de uma empresa e faz toda a sua movimentação de renda na conta pessoa jurídica e no momento da solicitação do crédito imagina que isso será favorável a você.

Certo?
Errado!

Sua movimentação como pessoa jurídica sequer será considerada por boa parte dos bancos.
Você precisa fazer anualmente sua declaração de imposto de renda pessoa física! E de preferência acompanhada de sua movimentação bancária pessoa física.

Não declaro imposto mas tenho uma ótima movimentação na conta corrente/poupança pessoa física. Errado de novo!

A apresentação apenas dos extratos de conta corrente pessoa física também não são suficientes, por si só, para o sucesso de sua aprovação de crédito. Será apenas um diferencial no banco em que você já mantém o relacionamento e movimentação bancária. Mas saiba que isso irá limitar você na escolha do banco que lhe oferece as melhores taxas do momento.

Moro em São José dos Campos e quero saber meu crédito na Caixa Econômica – Clique aqui!

Para aumentar sua chance de aprovação, em uma ou mais instituições financeiras é preciso que você formalize seus rendimentos através de documentos aceitos por estas, e em especial naquela em que pretende pleitear seu financiamento.

Dentre outros documentos, os principais aceitos para comprovação da renda formal estão: a declaração de imposto de renda pessoa física, pró-labore e o contrato de prestação de serviços.

Sou isento, mas declaro imposto para conseguir aprovar meu crédito. Correto?
Não.

Esse é um dos erros mais comuns. Para ser aceito como comprovação de renda formal, você precisa ter declarado seu imposto acima do limite de isenção (veja as regras de obrigatoriedade de declaração no site da receita).

Para o profissional autônomo que pretende adquirir seu imóvel através de financiamento bancário ou mesmo através de consórcio imobiliário, a principal dica que podemos trazer a vocês é o planejamento!

Entre seis meses e um ano (no mínimo) antes do momento da decisão de compra você deve:

  • fazer uma boa pesquisa sobre as taxas de juros e condições de financiamentos das instituições financeiras;
  • simular sua capacidade de financiamento para conhecer o valor que precisará ter para a entrada (lembrar que deverá reservar 4% sobre o valor do imóvel para as despesas de registro);
  • se inteirar sobre a documentação exigida pela(s) instituição(ões) financeira(s) de sua preferência(s), e providenciar com o máximo de antecedência possível;
  • efetuar a abertura da conta corrente na instituição financeira que lhe apresentar as melhores condições, para iniciar seu relacionamento com o banco e movimentar seus rendimentos meses antes de entrar com seu pedido de crédito.

Essas dicas são válidas para todos os profissionais que pretendem pleitear um financiamento.  Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários que a gente responde.

Para financiamento de imóveis em São José dos Campos, SP, consulte seu crédito aqui.

Sobre Sheila Sundfeld

Bacharel em direito e empresária do ramo de financiamento imobiliário.